5 músicas brasileiras polêmicas (e censuradas).

 

Foto: Fox-P

Oie tudo bom com vocês? chegamos a mais uma terça e mais um dia de postagem, e hoje vamos falar sobre as 5 músicas mais polêmicas que já foram lançadas aqui no Brasil, seja pelo seu cunho político, sexual, entre outros, acredito que estas musicas querendo ou não refletem um pouco de nossa sociedade na época que foi lançada, além de trazer um breve recorte de problemas sociais que devem ser combatidos, então vamos conhecer elas ?

Inútil – Ultraje a Rigor


Esta musica composta pelo vocalista da banda Roger, e lançada em 1985 trouxe críticas acidas logo após a reabertura do poder no Brasil criticando diretamente a população além de criticar a forma informal de se falar, dizendo muitas palavras ou na conjugação errada ou mesmo errada em si mesma, e a crítica principal foi ao povo que de acordo com a musica não sabe criar os próprios destinos.

Se Eu Fosse Getúlio - Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti


Esta música lançada em 1954 já tinha a palavra “mamata” impregnada, foi bastante polemica por criticar diretamente o presidente Getúlio Vargas, além de “dizer” em sua letra como o mesmo deveria agir e pensar.

Pra não dizer que não falei das flores - Geraldo Vandré


Esta canção lançada em 1968 foi polêmica devido a seu cunho político em plena ditatura militar, a canção foi estreada no Festival da Canção de 1968, ficando em segundo lugar.

Entretanto, a notícia de que a canção havia ficado em segundo lugar causou revolta do público contra os jurados. Anos depois, Walter Clark contou em sua biografia que a canção não ganhou o primeiro lugar por ordens do I Exército.

Esta música até os dias de hoje é regravada pelo seu cunho histórico e social, além de ter sido usada em diversos protestos pelo país.

Onde Está a Honestidade? – Noel Rosa


Já esta canção, composta cantada e lançada por Noel rosa em 1933 já era uma musica que criticava não só a politica brasileira como a sociedade em si, com um uma letra precisa, sem rodeios, que critica diretamente o modo de vida da burguesia na época, além de perguntar de onde veio a riqueza e quem estava pagando por aquilo.

(Tô feliz) Matei o presidente – Gabriel o Pensador


Lançada em 1992, Ano que Gabriel cursava Comunicação social na PUC-Rio onde o mesmo retratava estar “terrivelmente inconformado com o conformismo” ele enviou a demo desta musica para uma radio que tocou pela primeira vez no dia 5, e logo era a mais pedida da estação, a musica foi censurada depois que o ministério da justiça a considerou um claro incentivo para o assassinato do presidente que na época já estava passando por um processo de impeachment, a controversa só ficou maior quando foi descoberto que a mãe de Gabriel trabalhou como assessora de Collor. Está com certeza é uma música que não podemos deixar de lado, nem deixar de citar.

 

E estas forma nossas cinco musicas polemicas lançadas aqui no pais, não quisemos incluir “surubinha de leve” do Funk ou outras do samba e sertanejo, pois estas não sofreram quase que nenhuma censura, mesmo a canção incentivando relacionamentos abusivos, machismo, estupro, entre outras, elas sim são importantes para entendermos nossa sociedade o contexto que estas pessoas vivem, porem acreditamos que este não é o momento delas terem espaço aqui, pois este blog é contra qualquer tipo de relacionamentos abusivos, racismo, misoginia, xenofobia, entre outros. Para abordarmos estas teríamos que ser muito mais críticos e assertivos, e entender não só a canção, mas o cantor que a fez, e o contexto político social onde ele está inserido.

Agradecemos sua leitura e seu tempo, fiquem bem e tudo de melhor sempre, até a próxima!

Comentários

  1. Só do Raul Seixas tem umas 30 kkkk
    Esqueceram do Dom Raulzito??
    Imagine o "Rock das Aranha" na era do mi-mi-mi atual!?!?... entre muitas outras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente dá para montar um livro com as alfinetadas do Raulzito hahaha, quem sabe sai um artigo sobre ele?

      Tem muitos artistas brasileiros que não deu para colocar na lista hahahaha mas com certeza, rock das aranhas iria causar nos tempos atuais hahaha.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Músicas atuais que parecem antigas

5 músicas que lutam contra o fascismo.